Abacate um fruto nutritivo para o seu bebé

Vi este vídeo e foi-me tão familiar! Cá por casa a reacção foi igual ou pior, eu pelo menos não insisti tanto ao vê-lo ter arrepios quando experimentou abacate pela primeira vez.

O abacate é realmente uma boa fruta para iniciar na alimentação do bebé, rica em gorduras mono e polinsaturadas vão ajudar ao desenvolvimento do sistema nervoso central das crianças. Mas vamos lá admitir não sabe assim tão bem “ao natural”… junte-lhe meia banana ou outra fruta que o bebé goste e verá que se torna muito mais fácil.

Quando o bebé já come ovos!

ovosPor volta dos 9 a 10 meses começa a introdução de um alimento super nutritivo mas que em tempos era visto com maus olhos: Os ovos. Quem é que já não ouviu que os ovos são de evitar e não abusar porque fazem subir os níveis de colesterol? Pois bem, mas esse medo exagerado em torno dos ovos tem sido atenuado ultimamente pois sabe-se que não é assim tão evidente a causa-efeito entre comer ovos e o aumento do colesterol. Mas nos bebés a história é outra, eles são fundamentais para o crescimento mas devem ser encarados como 2 alimentos distintos – a gema e a clara – e introduzidos progressivamente.

Na gema encontra-se um elevado teor de ferro e cálcio, bem como de vitaminas lipossolúveis (vitamina A, D e E), elementos fundamentais para o crescimento da massa óssea. A clara é essencialmente composta por proteínas e por essa razão a clara é um alimento com maior probabilidade de desenvolver alergias nos bebés, daí aconselhar-se introduzir mais tarde por volta de 1 ano de idade.

A introdução da gema é simples, basta substituir uma sopa “de carne” por uma de ovo com ½ gema por sopa e não ultrapassando de 1 gema por semana.

Cá em casa a reacção aos ovos foi de estranheza, presumo que pela textura, e por isso resultou melhor bater a gema juntamente com a sopa do que “esmaga-la” com um garfo e envolver. Truques para disfarçar!! J