Primeiro impacto com os “não posso”

diet-drink-eat-friut-girl-Favim_com-417324_large

Fui almoçar com a minha Mãe onde normalmente vamos: a algum restaurante de comida leve. Naquele dia decidimos ir às tapas. Como sempre, íamos pedir umas tapas e uma salada a dividir, quantidade que tipicamente é suficiente (sim, não somos mulheres de grande quantidade alimentar!).

Veio a Lista e com ela os primeiros “dramas”: Não posso comer saladas fora de casa, não posso comer mariscos, não posso comer queijos de pasta mole, não posso mais isto e aquilo… Senti que estar grávida não era um processo fisiológico mas uma imposição de regras limitativas. Aí veio o confronto de gerações: à minha frente tinha uma Mãe que teve uma filha super saudável (eu!) quando na altura não se ouvia falar de não comer saladas fora de casa, queijos de pasta mole e todas as outras regras actuais. Mas o certo é que a ciência evolui e eu acho que nem 8 nem 80.

Lá conseguimos solucionar o pedido no restaurante e acredito que se vá tornando cada vez mais fácil ao longo do tempo. Fica aqui uma lista de alimentos proibidos.

Lista de alimentos proibidos

Nunca a lista me pareceu tão grande a partir do momento em que tive de a cumprir…

  • Legumes e frutas com casca mal lavados (na dúvida não comer fora de casa)
  • Peixe cru / Sushi
  • Carnes mal passadas
  • Queijos de pasta mole
  • Álcool
  • Mariscos

O porquê das limitações

As grávidas que não são imunes à toxoplasmose (eu estou incluída neste grupo) devem ter um cuidado especial para evitar comer alimentos crus, saladas/legumes ou frutas mal lavadas fora de casa. A contaminação com toxoplasmose durante a gestação pode causar danos graves no feto. Além deste parasita existe um outro, a listéria, que pode ser transmitida pelos queijos de pasta mole e queijos não pasteurizados, peixe cru ou fumado.

7 thoughts on “Primeiro impacto com os “não posso”

  1. Nem imagina o quanto está a ser útil ler o seu blog.
    Descobri que estou grávida recentemente. Ainda não fui à primeira consulta.
    Muito bom, continue

  2. Olá!🙂
    Estou grávida e também não sou imune à toxoplasmose.
    Tenho uma dúvida em relação aos queijos. O queijo creme para barrar, como por exemplo (e mencionando uma marca) do género do A vaca que ri, ou da Queru, não é aconselhado a quem não é imune à toxoplasmose?

    Obrigada, beijinhos🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s